Stranger Things e a Guerra Fria

1649
Stranger Things

Já falamos sobre a terceira temporada de La Casa de Papel e a Netflix decidiu nos dar mais presentes nesse recesso de meio de ano: Stranger Things 3. A nova temporada da série que ganhou o coração de jovens e adultos, que resgatam lembranças do período da adolescência, traz como plano de fundo um contexto muito interessante que marcou a segunda metade do século XX: a Guerra Fria.

A tão repetida frase do Dustin, “russos malvados, russos malvados”, nos revela algo mais profundo do que apenas um americano enxergando os soviéticos como inimigos. Dustin é uma criança imersa no universo de quadrinhos e desenhos. O fato dele já demonizar os russos apenas por serem russos nos mostra como a Guerra Fria teve como campo de combate ideológico o meio cultural; o peso da cultura pop para traduzir essa bipolaridade política em um polarização bem/mal nas histórias em quadrinhos.

Outro ponto também explorado ricamente pela série é a corrida armamentista. Como o “Mundo Invertido” é um universo muito inexplorado e com um potencial mortífero relevante, o interesse de exploração desse local por parte dos soviéticos se justifica exatamente por esse contexto histórico que a série se apresenta.

Um evento que marcou a Guerra Fria que exemplifica bem esse embate ideológico nacionalmente nos EUA foi o Marcarthismo. O período da década de 1950 foi marcado por perseguições jurídicas aos considerados comunistas, socialistas ou anarquistas. O senador Joseph McCarthy propôs diversas penas para aqueles que fosse denunciados por sua ideologia, entre elas prisão e expurgo.

As tensões da Guerra Fria não são claramente explicitadas de uma maneira geral na série. No entanto, como plano de fundo, a bipolaridade que foi se construindo na segunda metade do século XX nos ajuda a entender melhor as entrelinhas da série. Pode parecer um grupo de algumas crianças, mas o que Stranger Things nos mostra é muito mais do que apenas isso.

Continue acompanhando nossas dicas e conheça nossos cursos clicando aqui!