Regras de Colocação Pronominal

2148

Hoje é dia de mais uma dica de português! Você começa a escrever e de repente depara-se com a necessidade de usar o pronome “se” e o verbo “tratar”, por exemplo. Aí bate a dúvida: “se trata” ou “trata-se”? Na oralidade, qualquer uma das opções são válidas, apesar de uma ser mais usual que a outra. Já na escrita formal, é preciso atentar-se às regras de colocação pronominal dos pronomes oblíquos átonos, definidas pelo que chamamos de próclise, ênclise e mesóclise. Os nomes assustam, parece difícil, mas não é! Confira abaixo uma dessas colocações pronominais e suas regras.

Primeiro, vamos listar os pronomes:

me, nos, te, vos, se, o(s), a(s), lhe(s)

 

 Eles podem ocupar três posições:

Vejamos a obrigatoriedade do caso da PRÓCLISE.

O que atrai o pronome para antes do verbo?

  1. EXPRESSÕES NEGATIVAS

Não se trata de um problema fácil de resolver.”

2. CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS (quando, embora, se, porque etc)

Quando se fala em mudança, todos querem opinar.”

3. ADVÉRBIOS SEM VÍRGULA

Hoje se discute a educação.”

4. PRONOMES INDEFINIDOS (alguém, tudo, quem etc)

Alguém se dispôs a melhorar o plano.”

5. PRONOME RELATIVOS (que, quem, qual, onde etc)

“A praça é o local onde se encontraram.”

6. PRONOMES DEMONSTRATIVOS (esse, este, aquele etc)

Isso te motiva ao sucesso.”

7. FRASES EXCLAMATIVAS OU QUE EXPRIMEM DESEJO

“Que ele te faça feliz!”

8. VERBOS NO GERÚNDIO ANTECEDIDOS PELA PREPOSIÇÃO “EM

Em se tratando de trabalho, ele é extremamente responsável.”

 

São muitos detalhes, mas com a prática você não vai errar mais! 😉

Na próxima dica, discutiremos a mesóclise. Até lá!

Esse foi o nosso conteúdo produzido em parceria com a ImaginieAcesse o blog deles!