Personagens femininas da Literatura

Conheça a força e a influência de algumas personagens femininas da literatura

1562
Postado: 18 de março, 2020
personagens

Na última semana, no dia 8 de março, foi comemorado o dia internacional da mulher, que foi criado no intuito de relembrar a força e a vitória feminina. Nesse sentido, a literatura ao longo dos séculos teve importantes personagens femininas, que servem de inspiração para todos nós. Pensando nisso, o QG elaborou uma matéria para você conhecer ou até mesmo relembrar, algumas mulheres importantes no mundo literário.  

 1. LADY MACBETH  

Lady Macbeth é uma das personagens principais da tragédia shakespeariana “Macbeth”. É considerada por muitos uma vilã, tendo em vista que convenceu seu marido a cometer diversos assassinatos em nome da ambição e do poder.  No entanto, sua personagem transcende seu tempo, por ser uma mulher forte e determinada, que chega abdicar de sua feminilidade em prol dos seus objetivos. Além disso, a obra de Shakespeare apresenta Lady Macbeth como uma mulher que toma decisões dentro de seu casamento, o que era raro para a época em questão.  

personagens

2. KATNISS EVERDEEN  

Heroína da trilogia distópica Jogos Vorazes, de Suzanne Collins, Katniss se voluntariou com tributo para um massacre, no lugar de sua irmã. Mesmo sendo do distrito mais pobre, sua força, sua garra e sua percepção sobre o mundo fizeram a jovem não só sobreviver aos jogos, mas sair de seu determinismo, e se tornar o rosto de uma revolução contra o sistema. Assim, Katniss é a representação da mulher política e justa, em meio a um mundo de desigualdade e violência.  

 

3. ELIZABETH BENNET 

Elizabeth Bennet é a personagem principal do romance “Orgulho e Preconceito” escrito por Jane Austen. Na obra, a jovem faz parte da tradicional aristocracia inglesa, mas quebra diversos padrões impostos as mulheres da época. Lizzy tem uma personalidade forte e acredita que ninguém é melhor que ninguém, seja homem ou mulher, rico ou pobre, o que incomoda bastante a comunidade. Além disso, a personagem não hesita em seguir seus sonhos e objetivos, mesmo que eles não estejam de acordo com as expectativas da sociedade. Um exemplo disso é que Elizabeth não acredita que o casamento é a única forma de ascensão social feminina, e que ela pode ser livre para tomar suas próprias decisões e conhecer o mundo.  

 

4. ÚRSULA IGUARÁN 

Matriarca da família Buendía, Úrsula Iguarán é uma das personagens principais da obra “Cem anos de solidão” de Gabriel Garcia Márquez. É considerada a representação da mulher latino-americana, sendo uma mulher severa, onipotente e onipresente que garantia a ordem social não só de sua família, mas também de toda a comunidade. Viveu cerca de 120 anos e era a responsável por guardar a memória de todas as gerações de sua família, e de ter participado da criação de todos os membros.  

 

5. GABRIELA  

Personagem principal do romance “Gabriela, cravo e canela”, de Jorge Amado, Gabriela é uma personagem criada para chocar toda a sociedade. É considerada a personificação das mudanças dentro de uma cultura arcaica e patriarcal, e por ser livre, independente, ousada e ter um aguçado senso de justiça, Gabriela abala as estruturas dos costumes da época. Assim, com seu jeito moleca de ser, a personagem mostra ser exatamente o oposto do que a sociedade espera. 

 

Por fim, personagens como Capitu, Julieta CapuletoLouise FinchMorgana e Macabéa também são outras mulheres marcantes da literatura mundial e que valem a pena ser reconhecidas. Assim, percebemos que não basta escrevermos sobre mulheres, é necessário mostrar toda a força, toda determinação e toda liberdade feminina. 

Continue acompanhando mais matérias como essa no nosso blog!