Física e o Rock in Rio

Os instrumentos musicais e a propagação do som têm muito a ver com a física também.

252
rock in rio

Desde 1985, quando aconteceu sua primeira edição, o Rock in Rio é um dos maiores festivais de música no Brasil e no Mundo. A sua oitava edição está rolando a todo vapor, contando com inúmeros artistas e bandas como Iron Maiden, Red Hot Chilli Peppers, Ivete Sangalo, Isa, Anitta, entre outros. Sendo assim, como podemos identificar uma semelhança entre o evento e a física?

rock in rio

A música é manifestação artística caracterizada por ritmos e melodias; desde ópera até funk, existem inúmeros estilos musicais ao redor do mundo que, por muitas vezes, contam a história de um determinado povo ou cultura. Na física, a Acústica é a área que estuda os sons, sendo estes um fenômeno ondulatório que se propaga por diversos meios e pode ser gerado por muitos objetos. A música, por sua vez é considerada um som, pois é gerada por objetos que conhecemos muito: os instrumentos musicais.

Existem alguns tipos específicos de instrumentos, mas falaremos apenas sobre três: cordas, percussão e sopro.

Violão, Guitarra e Piano são considerados instrumentos de corda, pois suas ondas sonoras são geradas a partir da vibração em suas cordas. A grossura das cordas determina se o som dela será grave ou agudo. Normalmente, as cordas ficam tensionadas e dependendo da afinação, elas podem ficar mais frouxas para obter tons abaixo, tornando o som mais grave; ou mais tensionadas para obter um tom mais acima, deixando o som mais agudo.

Nos instrumentos de percussão, as ondas sonoras são criadas a partir do impacto, raspagem ou agitação. Nas baterias, por exemplo, essas ondas são criadas no impacto entre uma baqueta e uma membrana esticada. O som propagado por este tipo de instrumento possui uma curta duração, ou seja, pode ir do silêncio à sua frequência máxima em uma janela pequena de tempo.

Em instrumentos de sopro, como o próprio nome sugere, o som é produzido através do vento. De acordo com o clássico exemplo das garrafas, se colocássemos várias garrafas com quantidades diferentes de água nelas, ao soprar o gargalo, o timbre seria diferente em cada uma, por causa da coluna de ar que entra em cada garrafa.

Portanto, é nos pequenos momentos do cotidiano que a mente nerd funciona! Estava curtindo aquele show no Rock in Rio e já se perguntou sobre a influência da acústica na propagação do som para a platéia? Viagem demais? Que nada! Aproveite os shows e agora sabendo que existe escondida ali no palco a física.

Continue acompanhando nossas dicas, clicando aqui!